Saiba como compor as quilhas em sua prancha

Saiba como compor as quilhas em sua prancha

Como todos sabemos, as quilhas são o principal componente das pranchas no que se refere a dar a direção nas manobras, mas não é só isso, elas também cumprem um papel fundamental em assegurar a  estabilidade e as variações das manobras. Uma prancha retrô, em geral possui uma única quilha ou duas em versões mais atuais, mas existem conceitos de pranchas retrô do final dos anos 70 e início dos anos 80 com três quilhas também.

No início do surf as quilhas eram de madeira entalhadas ou encaixadas nas próprias pranchas e já atendiam a busca por um maior controle nas manobras por parte dos surfistas, funcionando exclusivamente como um leme. Com o desenvolvimento dos materiais as quilhas passaram ser produzidas da própria fibra e resina das pranchas e eram fixas,  sem possibilidade de troca ou de ajustes como no caso das caixas de quilhas.

Vemos, ainda que atualmente a quantidade de quilhas em uma prancha assumiu um papel de protagonismo no surf, exigindo o investimento gigantescos no desenvolvimento de tecnologias, materiais e estudos hidrodinâmicos.

Na verdade, as questões que mais ouço de quem vai comprar uma prancha são: 

  1. Que tipo de prancha é melhor para mim?
  2. Com quantas quilhas?
  3. Vale a pena gastar uma grana em quilhas de fibra de vidro e de carbono?

Não existe resposta simples para essas questões, pois tudo depende do tipo de surf que você via desenvolver e que te deixa confortável e feliz, pois no final esse é objetivo de todo surfista amador.

Particularmente, eu já surfei com todos os tipos de quilhas conhecidas no mercado e posso te dizer com tranquilidade. Se você está começando não gaste seu dinheiro com quilhas, compre as de plástico injetado e seja feliz, com baixo custo, até seu surf ficar mais legal. E de preferência compre pranchas triquilhas, longboards ou minilongs com caixa de quilhas e estabilizadores. Você vai se divertir muito sem investir uma fortuna.

Fuja de quem quiser te empurrar materiais caríssimos logo no início do seu aprendizado, mesmo porque você ainda não sabe nem se o surf vai ser o seu esporte do coração, ou só uma diversão. Um detalhe, invista em uma boa prancha, de preferência uma prancha de verdade e não as softboards, pois essas em pouco tempo se tornam descartáveis e sem hidrodinâmica real, são boas para aprender ou para crianças e só isso.

Quanto  a composição de quilhas, se você já surfa e quer reviver os tempos do surf dos anos 60,70 e 80, Vou te recomendar as quilhas de fibra de vidro ou até mesmo de carbono, porquê a tecnologia está aí para nos beneficiar e como você já imagina um surf de linha, anos 70 você vai ter com pranchas monoquilha e biquilhas, vai ser super divertido com as pranchas que estamos desenvolvendo como a Barracuda (biquilha) a Roca Bruja (monoquilha) ou as Mid Length, essas últimas funcionando no esquema de quilhas 2X1, ou ainda pranchas retrô triquilhas.

As quilhas mais performance são as de fibra de carbono que vão proporcionar um surf mais controlado em termos de resposta nas manobras. Agora se você quer fazer manobras mais iradas as triquilhas são as pranchas indicadas, pois elas vão te dar arrasto e drive para as manobras com mais pressão na rabeta, que é um assunto que já abordei em outro artigo.

O grande lance, na verdade  e quem é ligado no surf retrô dos anos 70 sempre surfou ondas rápidas, cheias, tubulares, grandes ou merrecas, quer seja com as monoquilhas ou com as biquilhas, assim o que conta é a viagem e não o destino, sentir o prazer de ouvir as quilhas rasgando as ondas, e acredite dá para ouvir, é uma das sensações mais prazerosas que você pode ter, pois isso traduz toda a harmonia entre o surfista o seu equipamento e o mar.

Aprenda escolher a sua Quilha assistindo ao vídeo

Qual você usa, comenta aí pra gente!
Aloha galera

LEAVE A COMMENT

Your email address will not be published. Required fields are marked *


Precisa de alguma ajuda? 💬